Transformações

 

 

 

Tenho alegria e satisfação de participar do projeto por ser uma bela oportunidade, de externar sentimentos nobres de altruísmo, amor e respeito por nosso próximo, como Jesus recomendou. Além de conhecer pessoas maravilhosas, com as quais podemos compartilhar ideias e assuntos importantes, principalmente relacionados com o Evangelho, mesmo sendo em projeto ecumênico, com liberdade de cada um falar e ouvir, sem discussão sobre aceitação ou não.

(J.G) 82 anos 

 


Sinto gratidão. Cheguei no projeto para compartilhar Tai Chi Pai Lin com todo o grupo. Ressoou AMOR, COMPREENSÃO, ACOLHIMENTO.

Percebi que sempre é possível contribuir mais e mais com todos.

(D.F) 52 anos

 

 

Fui convidado. Aceitei o desafio com um pouco de medo, mas tudo bem. 

Cheguei cansado e apreensivo. No parque, me senti mais leve. Na saída, senti que o "dever" estava comprido. Fiquei feliz.

O que ficou? Ajudar mais e viver a vida feliz sem cobranças. Encontrei a paz que tanto buscava. Tirar um dia de descanso, desligar-se um pouco da agitação, das preocupações e do mundo, trouxe-me a paz de espírito, para a mente e para o corpo. Adorei !!

(P.P) 48 anos 

 

 

 

"O PROJETO FALA QUE EU TE ESCUTO...é uma luz que mostra o caminho do conhecimento. O clima de amor é intenso, a emoção aflora, a aspersão - as gotículas de sabedoria se intensificam no grupo. Parabéns a criadora, continue com o seu trabalho."

(S.A.L.C.M)


Tomei conhecimento do projeto quando caminhando pelo parque, vi as pessoas reunidas, conversando, tricotando, me senti encorajada, a participar da roda. Me senti acolhida! Não pude ficar, pois tinha outro compromisso naquele momento. Como não moro em São Paulo, gostaria de continuar com vocês virtualmente. 
(B.M)

 

  • Facebook Classic
  • YouTube Classic